2009 Áustria 200º aniversário da morte do maçom Joseph Haydn

Código: 85B94T62U
R$ 15,00 R$ 9,50
Comprar Estoque: Disponível
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

MAÇOM - FRANZ JOSEPH HAYDN
Franz Joseph Haydn (Rohrau, Áustria, 31 de março de 1732 — Viena, 31 de maio de 1809) foi um dos mais importantes compositores do período clássico e, ao lado de Mozart, Beethoven e Bach, um dos mais apreciados mundialmente.
Era irmão do compositor Michael Haydn e do tenor Johann Evangelist Haydn. Tendo vivido a maior parte de sua vida na Áustria, Haydn passou a maior parte de sua carreira como músico da corte para a rica família dos Esterházy. Isolado de outros compositores, foi, segundo ele próprio, “forçado a ser original”.
Haydn nasceu em 1732 na vila de Rohrau, próxima à fronteira com a Hungria, filho de Matthias Haydn e Maria Koller. Ninguém da família de Haydn estava ligado à música, apesar de Matthias Haydn ser um entusiasta da música folclórica e tocar harpa de ouvido. De acordo com os apontamentos de Haydn, sua família era bastante musical na infância, e freqüentemente cantavam com seus vizinhos. 

Por volta de 1781 em Viena, Haydn conheceu e estabeleceu uma sólida amizade com Wolfgang Amadeus Mozart. Desta grande e profunda amizade sem outro paralelo na história da música e apesar das diferenças de idade (Haydn era 24 anos mais velho) nasceram influências recíprocas. impressionou-se vivamente com o trabalho de Mozart e considerava-o superior em gênio. escrevendo ao pai do Amigo, Leopold Mozart, afirmou: "digo-o perante Deus e como um homem honesto, que vosso filho é o maior compositor que eu conheço em pessoa ou em nome, porque tem o gosto e a maior das ciências da composição". Por volta dessa época, Haydn parou de compor óperas e concertos – precisamente os dois géneros em que Mozart mais se destacou. Wolfgang, em contrapartida, considerava o mais velho um mestre e venerava-o como modelo. Chamava-lhe "Papá", "guia" e "melhor amigo". Dedicou seis quartetos a Haydn. Mozart, membro ativo da maçonaria levou Haydn a aderir, o que sucedeu em 1785, apesar da fé católica deste último. Depois seria o fim. Nas véspera da viagem de Haydn a Londres, da qual Mozart o tentou demover por motivos de saúde, os dois amigos despediram-se pressentindo a última vez. Haydn tinha então quase sessenta anos. Mas o destino foi diverso; Haydn não poderia imaginar que a morte levaria Mozart no inverno de 1791.

Fonte: Orkut/Wikipedia

R$ 15,00 R$ 9,50
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • Depósito Bancário
  • PayPal
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

I. H. Teles - BRAZIL STAMPS & COMUNICAÇÕES - CNPJ: 21.154.692/0001-00 © Todos os direitos reservados. 2017